Dominio: escolabiblicaonline.net
Chave: 0e2b778fe7b08b4f039d68e64846fdfe918df7bb
Hora do cache: 1501043421
Vida do cache: 1501086621
Status: 1
Mensagem: Centive nao respondeu
Chave do Pedido: c8c2cbe6dbc85fc36375da1d48e4e880bd51276d
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top
Baixe Grátis Nosso Brinde desta semana!

Esta semana estamos oferecendo totalmente de graça o E-book 250 Perguntas e Respostas na Bíblia - Especial para Gincanas.

São 250 perguntas e pegadinhas ótimas para ensinar de forma divertida na EBD.

Você conhece a matemática da Pascoa?

Compartilhe a Verdade que Liberta!

Parece estranho pensar em matemática na pascoa, não é? Mas eu vou te mostrar que nas pascoa a muitos anos atrás um grande matemático, na verdade o maior matemático de todos fez um dos maiores cálculos já realizados e chegou a um resultado incrível, que mas a frente vou te mostrar.

Mas primeiro vamos então entender um pouco sobre as leis da matemática.

As leis da matemática são as únicas leis que se aplicam a todo o universo, segundo a maioria dos cientistas, a matemática é a verdadeira língua universal, ou seja, no universo inteiro, um mais um sempre será dois. Bom, em alguns lugares do Brasil, o resultado pode ser diferente, mas matematicamente falando, o resultado sempre será dois. Mas falando das leis da matemática, elas foram aplicadas também na Páscoa. Uma conta tremenda, gigantesca e sem precedentes foi realizada na pascoa, uma conta nunca antes vista em todo o universo, e nunca antes calculada por qualquer matemático ou físico… e hoje eu vou te mostrar esta conta e lhe pedir para também realizar este calculo. Vamos então!

Vamos então  a matemática da Páscoa:

Primeiro pegue o numero exato de todos os seus próprios pecados. Todos os que cometeu até hoje e os que cometerá porventura um dia. Pegou, achou difício achar este numero, então vou te dar uma dica, imagine que você, peque somente uma vez por dia, ou seja, um pecado por dia, conte agora todos os dias que você viveu até hoje e some a todos os dias que ainda imagina viver. Pronto, agora você já tem um numero. Some a este número os pecados de seus familiares, dos habitantes de sua cidade, de seu estado, do seu país e do planeta. Agora some os pecados de todos os que já viveram até hoje e dos que ainda nascerão e viverão por todo o resto do tempo da humanidade. Chegou então a um numero exato? Claro que provavelmente não, mas pegue este numero mesmo assim.

Bom pense então neste numero.

O que este número representa?

 Bom este numero representa o tamanho do castigo que Jesus recebeu em nosso lugar:  “Porém ele estava sofrendo por causa dos nossos pecados, estava sendo castigado por causa das nossas maldades.” (Is 53. 5)

Quem seria o matemático que chegou este resultado?

Será que alguém seria capaz de chegar a um numero exato e real sobre esta conta? Qual matemático é capaz de calcular o tamanho deste número? Pois bem, o maior matemático de todos realizou esta conta, e sabe quem foi? Foi Deus. Ele somou cada uma destes pecados que todos nós cometemos, Ele chegou ao total de todos os pecados da humanidade e, por ser justo e correto, tinha de nos julgar e condenar, mas o seu coração doeu, Ele e seu filho nos ama demais e sabiam que a pena seria terrível. Mas  alguém se colocou em nosso lugar!

Jesus sabia do resultado de nossos pecados, mas Ele mudou o resultado.

As leis da matemática aplicada na Páscoa nos mostra o tamanho do sacrifício que Jesus fez: “É por meio do próprio Jesus Cristo que os nossos pecados são perdoados. E não somente os nossos, mas também os pecados do mundo inteiro.” (1 Jo 2. 2).

o resultado da matemática na pascoa

A soma de todos estes pecados, que eram  nossos e de toda a humanidade, foi colocado sobre Jesus, esta soma, Jesus que não tinha pecado nenhum assumiu para Ele. E por que Ele fez isso? Para que todos aqueles que crescem Nele fossem absolvidos e não passassem pela condenação. “Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus.” (Rm 8. 1) 

Agora para terminar, pense um pouco!

E aplique esta matemática em sua vida, valorize o tamanho sofrimento e castigo que Jesus sofreu, quem pecou fomos nós, mas foi Ele que foi crucificado, e Ele fez este sacrifício por você, Ele morreu para que hoje você tenha vida, e a única coisa que Ele te pede que você entregue totalmente a sua vida a Ele. Aos cuidados dEle. É simples, Ele te salvou da condenação, e hoje deseja continuar cuidado de você. Pense nisso.

Jesus espera por você! E ele se sacrificou por você.

Está gostando do artigo? Então clique aqui para receber nossas atualizações e muitos brindes. Assim você não fica desatualizado.

 

Para finalizar medite nesta passagem, Isaías 53

Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do SENHOR?
Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos.
Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.
Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos.
Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.
Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido.
E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca.
Todavia, ao Senhor agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do Senhor prosperará na sua mão.
Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniquidades deles levará sobre si.
Por isso lhe darei a parte de muitos, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores.”

Isaías 53:1-12

Fique Na Paz do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo a Paz que excede todo o entendimento, e até nosso próximo artigo.

Sobre o autor | Website

Professor da EBD - Ministro na Igreja Evangélica Ministério Vida de Minas Gerais. Teólogo, Mestre em Teologia Sistemática Aplicada, Blogueiro Cristão a vários anos, já escreveu mais 1000 artigos para diversos blogs e sites. Artista Plástico, Designer e Escritor. Criador do Curso digital: TSA- Teologia Sistemática Aplicada.

Gostou do artigo?

Escreva-se na minha lista de amigos e ganhe um E-book. Agora!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: