Dominio: escolabiblicaonline.net
Chave: 0e2b778fe7b08b4f039d68e64846fdfe918df7bb
Hora do cache: 1508443111
Vida do cache: 1508486311
Status: 1
Mensagem: Centive nao respondeu
Chave do Pedido: c8c2cbe6dbc85fc36375da1d48e4e880bd51276d
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top
Baixe Grátis Nosso Brinde desta semana!

Esta semana estamos oferecendo totalmente de graça o E-book 250 Perguntas e Respostas na Bíblia - Especial para Gincanas.

São 250 perguntas e pegadinhas ótimas para ensinar de forma divertida na EBD.

20 conceitos sobre pecado que você não sabia

Você sabe o que é pecado ou o que realmente é pecar? Ou alguns dos conceitos relativos ao pecado que a bíblia fala? Pois bem, saiba que a bíblia fala de 20 conceitos ou formas de pecado, e que a [...]

Compartilhe a Verdade que Liberta!

Olá Amados, a Paz do Senhor para todos.

Você sabe o que é “pecado” ou o que realmente é pecar? Ou alguns dos conceitos relativos ao pecado que a bíblia fala? Pois bem, saiba que a bíblia fala de 20 conceitos ou formas de pecado, e que a maioria das pessoas por falta de informação desconhecem. Muito, reduzem o pecado as formas de transgredir a lei de Deus, baseando-se me

Todo aquele que pratica o pecado transgride a Lei; de fato, o pecado é a transgressão da lei.”

1João 3.4

Mas a grande pergunta é: Conhecemos a Lei?

Temos consciência de que a Lei de Deus, hoje, é toda a sua Palavra e não somente os Dez Mandamentos. Jesus Cristo através dos seus ensinamentos nos mostrou isso. E hoje trago a vocês através do estuda da linguística, os 25 conceitos sobre o “pecado” que a bíblia expõem de forma direta.
A Bíblia utiliza muitas palavras, tanto em hebraico como em grego, para definir o conceito de pecado.

Vejamos

NO ANTIGO TESTAMENTO:

  1. Hata – Significa “errar o alvo”. Seu equivalente grego é hamartano. Esta é uma das forma mais conhecidas e defendidas nas igrejas. Mas este é o só o primeiro conceito sobre o pecado, existem ainda mais 24 que a bíblia expõem e vou lhe mostrar cada um deles. A ideia é que o homem, ao errar o alvo, atinge outro lugar, o lugar errado. Essa ideia se apresenta como se o homem, ao tentar fazer o que é certo, acaba por fazer o que é errado, e esse errar o alvo, significar pecar. Essa palavra designa pecados morais, idolatria e pecados cerimoniais (Ex 20.20; Jz 20.16; Pv 8.36; 19.2);
  2. Ra – Muitas vezes indica calamidade e frequentemente é traduzindo como “mal” ou “perverso”. Pode indicar algo moralmente errado (Gn 3.5; 38.7; Jz 11.27). O texto de Isaías 45.7 é controverso quanto ao sentido entre calamidade e mal, cuja interpretação mais aceita é calamidade ou “mal punitivo”;
  3. Pecha (pronuncia “Perra”) – “Rebelar”, “transgredir” ou “revoltar” (1Rs 12.19; 2Rs 3.5; Sl 51.13; Is 1.2);
  4. Aon – “Iniquidade” ou “culpa” (1Sm 3.13; Is 53.6; Nm 15.30-31);
  5. Shagah – “Errar” ou “extraviar-se” como uma ovelha ou um desviado (Is 28.7; Nm 15.22);
  6. Asham (asran)- Significa “culpado”, tem a ideia de “culpa perante Deus” e aparece muito em rituais no tabernáculo e no templo (Lv 4.13; 5.2-3);
  7. Rasha – “Perverso” ou “impiedade”, o contrário de justiça (Ex 2.13; Sl 9.16; Pv 15.9; Ez 18.23); injustiça.
  8. Taah – “Vaguear” ou “extraviar-se”. Indica pecado deliberado, não incidental (Nm 15.22; Sl 58.3; 119.21; Is 53.6). Com o estudo dessas palavras hebraicas podemos chegar a estas conclusões sobre o pecado:
  9. a) O pecado pode assumir muitas formas e cada homem podia estar ciente da forma particular do seu pecado;
  10. b) O pecado é aquilo que contraria uma norma e, por fim, acaba sendo desobediência a Deus;
  11. c) A desobediência envolve tanto a omissão como o erro deliberado. O pecado também não é apenas errar o alvo, mas acertar o lugar errado.

NO NOVO TESTAMENTO:

  1. Kakós – Significa “algo ruim”. Pode referir-se a um mal físico, mas normalmente indica um mal moral (Mt 21.41; Mc 7.21; At 9.13; Rm 12.17);
  2. Ponerós – Termo básico para mal e quase sempre indica mal moral (Mt 7.11; Rm 12.9). Também é usado para referir-se a Satanás (Mt 13.19,38; 1Jo 2.13-14). Demônios também são chamados de “espíritos malignos”,”espíritos de ponerós” (Lc 11.26; At 19.12);
  3. Asebês – Significa “ímpio” e designa aqueles que não foram salvos (Rm 4.5; 5.6; 1Tm 1.9; 1Pe 4.18);
  4. Énochos – “Réu” ou “culpado” e geralmente denota alguém que pratica um crime passível de morte (Mt 5.21-22; Mc 14.64; 1Co 11.27; Tg 2.10);
  5. Hamartia – Palavra mais usada para falar de pecado. Significa “errar o alvo”. No NT quase sempre ocorre no contexto que fala de perdão ou de salvação (Mt 1.21; Jo 1.29). Outras referências úteis são Rm 5.12; 1Co 15.3;e Tg 1.15;
  6. Adikía – Em sentido amplo se refere a qualquer conduta errada. É usado para falar de pessoas não salvas (Rm 1.18), dinheiro (Lc 16.9) e ações (2Ts 2.10);
  7. Anomos – Significa “sem lei” e é frequentemente traduzido como “transgressão” ou “iniquidade” (Mt 13.41; 24.12; 1Tm 1.9);
  8. Parabátes – “Transgressor” e é usada quando há violações específicas da lei (Rm 2.23; Gl 3.19; Hb 9.15)
  9. Agnoema – Se refere ao adorador que pratica uma adoração falsa, o que o torna culpado e necessitado de um sacrifício (At 17.23; Rm 2.4; Hb 9.7);
  10. Planáo – “Desgarrar” (1Pe 2.25), levar alguém para um caminho mau (Mt 24.5-6) e enganar-se a si mesmo (1Jo 1.8).
  11. Paraptôma – A ideia dessa palavra é de “cair ao lado de”, na maioria das vezes de modo deliberado. Com frequência é traduzida como “ofensa” (Mt 6.14; Rm 5.15-20; Gl 6.1);
  12. Hypókrisis – Incorpora três ideias: “Interpretar falsamente”, como faria um oráculo; “fingir”, como faria um ator; e “seguir uma interpretação” reconhecidamente falsa (1Tm 4.2).

O estudo dessas palavras gregas nos leva a algumas conclusões sobre o pecado:

  1. a) Sempre existe um padrão claro contra o qual o pecado é cometido;
  2. b) No final de tudo, o pecado é uma rebelião contra Deus e uma transgressão de seus padrões;
  3. c) O mal pode assumir muitas formas;
  4. d) A responsabilidade do homem é entendida de forma clara e definitiva.

 

Hoje em dia, vivemos em uma cultura em que o conceito de pecado está envolvido em muitos argumentos legalistas e as até “customizado” pelas doutrinas de “usos e costumes”, sobre o certo e errado. Ao considerar “O que é pecado?”, não  podemos somente  pensar em violações dos Dez Mandamentos. Temos de compreender que pecar está muito além disso.

Mesmo assim, temos a tendência de enxergar homicídio e adultério como “grandes” pecados, em comparação com mentira, linguagem torpe ou idolatria. E quando chegamos neste ponto, caímos no pecado da hipocrisia, que como vimos também é um dos conceitos de pecado, tratado no Novo Testamento

(1Tm 4.2).
O Apóstolo Paulo diz em Romanos 3:23: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”.

paisagem-outono-wallpaper-1366x768_ 1jo19_escolabiblicaonline

Qual o Remédio para o Pecado?

Mas qual seria o remédio contra o ato de pecar. A resposta é simples, “confissão e arrependimento”

O remédio para o pecado é a confissão: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.

” 1 João 1:9.

Isso não significa simplesmente mencionar uma lista de pecados, ou repetir para Deus que você é um pecador. Mas é necessário se arrepender deles e deixá-los. O grande remédio, que temos de fazer uso continuo para vencermos o pecado e criarmos o hábito de contarmos para Deus, no máximo de detalhes possível o nosso ato pecaminoso, de forma a sentimo-nos constrangido. Isso sim é confessar, se durante esta conversa com Deus, você realmente se sentir constrangido em contar para Deus o que você fez, e se arrepender, ai sim você estará se vacinando contra o pecado. Mas se contarmos, por contar, e lá no fundo continuarmos sentindo prazer em pecar, não estamos lutando contra o pecado, não estamos arrependidos, e sim, estamos simplesmente, nos anestesiando, nos enganando,  e logo voltaremos a pecar.

Esta gostando do artigo?

Escreva-se na minha lista de amigos e ganhe um E-book. Agora!

Se somente lista-los para Deus como se estivemos lendo uma lista de coisa erradas, ou se simplesmente dissermos em nossas orações que somos pecadores e estamos arrependidos, isso não fara diferença em nossos corações.

Deus olha o nosso coração, e sabe quando estamos realmente arrependidos.

Pense, o pecado é mais que 20 conceitos expostos na Bíblia, ele é a única coisa que te separa do seu Deus e das bênçãos que ele tem para você.

“Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir.
Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça.”

Isaías 59:1,2

Amados, espero que este estudo possa ter agradado e acrescentado sabedoria e conhecimento a todos os irmãos. Peço aos irmãos que gostaram que deixe o seu comentário logo abaixo. E se você, por acaso, não gostou, deixe seu comentário também, pois estamos todos aqui dispostos a aprender a cada dia, mais e mais de nosso Senhor e de sua Palavra.

Um grande abraço a todos e logo estarei postando novos artigos e estudos.

paisagem-outono-wallpaper-1366x768_ Gl1_6_escolabiblicaonline

Anúncios Google.







Sobre o autor | Website

Professor da EBD - Ministro na Igreja Evangélica Ministério Vida de Minas Gerais. Teólogo, Mestre em Teologia Sistemática Aplicada, Blogueiro Cristão a vários anos, já escreveu mais 1000 artigos para diversos blogs e sites. Artista Plástico, Designer e Escritor. Criador do Curso digital: TSA- Teologia Sistemática Aplicada.

Gostou do artigo?

Escreva-se na minha lista de amigos e ganhe um E-book. Agora!

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: